Maranhão tem R$ 5 milhões para executar o Programa de Aquisição de Alimentos

Agricultores familiares do Maranhão têm recurso no valor de R$ 5 milhões para fornecer produtos da agricultura familiar com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade de execução compra com doação simultânea. Serão 72 municípios participantes da proposta, com 1.378 agricultores cadastrados e 212 entidades socioassistenciais para receber os alimentos.

O PAA é uma ação do Governo Federal e operacionalizado no Maranhão pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF). O principal objetivo é promover a inclusão socioprodutiva e o desenvolvimento local.

Agricultores familiares, assentados da reforma agrária e povos de comunidades tradicionais vendem a produção para órgãos públicos e os alimentos são destinados para pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional que são atendidas com ações empreendidas por entidades socioassistenciais, como unidades públicas de alimentação e nutrição (restaurantes populares e cozinhas comunitárias) e em redes públicas e filantrópicas de ensino.

O secretário de Estado de Agricultura Familiar, Júlio Mendonça, reforça a importância e função social do Programa, principalmente para combater os impactos causados pela Covid-19. “O PAA tem como intuito promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar. O Governo do Estado, entre todas as ações de enfrentamento à pandemia, segue firme auxiliando as famílias rurais, que poderão escoar a produção e garantir alimentos as pessoas em situação de risco”.

A coordenadora estadual do PAA, Ana Cleide, destacou a importância do trabalho desenvolvido pelo governo. “Essa política pública garante renda para a população mais empobrecida da agricultura familiar. É de grande relevância para o Maranhão seguir trabalhando em prol da segurança alimentar e nutricional dos agricultores familiares beneficiários e fornecedores do Programa”.