Agricultores recebem orientações durante campanha estadual de combate às queimadas

dIA d

dIA d

Em várias regiões do Maranhão, os agricultores familiares participaram do Dia D de Combate às Queimadas, uma ação do Governo do Estado com a finalidade de orientar sobre o controle de queimadas e apresentar alternativas ao uso do fogo na agricultura.

Durante os meses de setembro e outubro, os municípios de Balsas, Barra do Corda, Pinheiro e São João do Sóter sediaram o Dia D, envolvendo dezenas de agricultores de municípios destas regionais em busca de conhecimento e troca de experiências.

O último Dia D foi realizado em São João do Sóter nesta quinta-feira (10) e reuniu agricultores como a Deuzinete Lopes, beneficiária do Plano Mais IDH no município de São João do Sóter.

“Importante pra gente e pra comunidade que não conhece o prejuízo que o fogo descontrolado pode causar. Eu ainda utilizo o fogo, mas depois desse Dia D, minha comunidade vai criar um grupo para termos mais cuidado com o fogo nas roças e evitar que tome maiores proporções e prejuízos,” afirmou Deuzinete, que também é beneficiária do Programa de Compras da Agricultura Familiar (Procaf).

O Sistema da Agricultura Familiar (SAF, Agerp e Iterma) participou da ação levando aos agricultores orientações sobre a utilização do fogo e apresentou tecnologias agroecológicas para conservação do solo e controle de queimadas. Ainda nas edições do Dia D, o Sistema SAF abordou a respeito de tecnologias de baixo impacto ambiental na agricultura familiar.

DIA D

DIA D

O agricultor familiar e também presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (Sintraf), Edimilson Coutinho, participou do Dia D em São João do Soter e concluiu que uma ação como essa é necessária para ajudar a diminuir os índices de queimadas no Maranhão.

“O fogo dá prejuízo se for utilizado de maneira errada, e um momento importante como esse esclarece mais sobre como podemos utilizar o fogo corretamente sem que atinja áreas de mata. Os agricultores vão sair daqui devidamente orientados”, falou.

Além da participação do Sistema SAF, o evento contou com presença da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) que discutiu sobre legislação aplicada ao uso do fogo. O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão e a Defesa Civil apresentaram aos agricultores instruções práticas para controle de queimadas e de como agir nestes casos.

O secretário da SAF, Júlio César Mendonça, concluiu que os Dias D representam um avanço do Maranhão no combate às queimadas.

“Estamos fechando o ciclo dos Dias D aqui em São João do Soter, que é um município que apresenta altos índices de incêndio. No entanto, após a campanha estadual de Combate às Queimadas, houve uma diminuição nesse índice e esta é uma ação afirmativa do Governo do Estado seguindo uma determinação do governador Flávio Dino para reverter as queimadas no Maranhão”, destacou.